Pvhcaos - AO VIVO

quarta-feira, 21 de março de 2012

Grito Rondônia 2012

Até que enfim que algo que preste lá da terrinha.....Porto Velho - Rondônia, atualmente conhecida carinhosamente como Porto Velho CAOS.




Fonte: http://gritorockro.wordpress.com/





Chegou o momento dos shows e intervenções artísticas na sexta edição do Grito Rock Porto Velho. Após três dias de programação de formação e debates, as bandas sobem ao palco e várias atrações artísticas se apresentam no espaço Pioneiros Pub.





A banda Malcriados começa incendiando a noite, nessa sexta-feira (16 de Março). Som pesado, com guitarras marcantes e um vocal envolvente, levou a galera ao êxtase do punk rock regional.  Com vários de seus sucessos a galera cantou junto e levantando suas mãos para o ar envolvidos no som que emananou das caixas que estoravam com o som pesado.

Logo após a banda e com a casa cheia o público curtiu o som de belas poesias, sendo  convidados à viagem pelas palavras e pelo batuque que ali rolou das “Pakidermes Albinas”. Sem dúvidas algo a poesia da beira marcou seu espaço.






A Banda NEC (Metal) veio logo depois com acordes pesados e um vocal gutural, totalmente em sintonia. Com Alexandre Rotuno trazendo o ritmo rápido e forte à bateria, os guitarristas Junior e Lenon trouxeram acordes ágeis e precisos, fazendo a noite dos amantes do estilo. O baixista Helton, com seus graves, deu a estrutura necessária para o conjunto, além de se destacar em diversos momentos do show. Já o vocalista Mario… foi animal! Totalmente focado no ritmo da banda e com sua garganta de ferro, levou sua banda muito além, puxando para perto do palco até quem não era acostumado com o estilo forte e pesado. Pra quem não curte, vale uma chance.
Texto: Diego Oliveira e  Samuel  Soares
Fotos: Avener Prado

Cultura

fonte: BBC BRASIL

Concurso mundial de fotografia anuncia vencedores em duas categorias


Sony World Photography Awards, um dos mais importantes do mundo, tem ganhadores da Rússia e África do Sul, entre outros; veja

 

"Indifest", de Sanket K, da Índia, foi a melhor foto de arte e cultura da categoria Aberta - Foto: Divulgação/Sony World Photograph Awards

 Foram premiados na categoria Aberta (Open) fotógrafos da Itália, México, Rússia. EUA, Alemanha, Índia, Eslovênia e Polônia.

A fotógrafa russa Natalia Belentsova fez a melhor foto de baixa luminosidade da categoria Aberta com "Sinfonia de Fogo" - Foto: Divulgação/Sony World Photograph Awards

 

"Thanh", de Victor Vargas Villafuerte, do México, ganhou como melhor foto melhorada da categoria Aberta - Foto: Divulgação/Sony World Photograph Awards
Giovanni Frescura, da Itália, levou o prêmio de melhor foto de natureza e vida selvagem da categoria Aberta com "Upupa" - Foto: Divulgação/Sony World Photograph Awards

  PvhCAOS - sempre atento, aos movimentos.....

segunda-feira, 19 de março de 2012

Salto Espacial

Austríaco testa salto livre no espaço com sucesso

 

O aventureiro austríaco Felix Baumgartner testou com sucesso, na quinta-feira, o salto que pode lhe dar o novo recorde mundial de skydiving, modalidade de esporte em que uma pessoa salta de grandes altitudes e faz manobras no ar, antes de abrir um paraquedas.

Baumgartner saltou quando estava a 21,8 km de altitude, em uma cápsula pressurizada conectada a um balão de hélio. O austríaco voou acima de uma zona crítica conhecida como a Linha Armstrong, a partir da qual a sobrevivência é impossível por conta da alta pressão. A temperatura externa chega a 70 graus negativos.

 O acessório mais importante usado no salto é a roupa que cobre toda a superfície do seu corpo. O vestuário é fundamental para manter o corpo sob a pressão atmosférica adequada e para o fornecimento de oxigênio.
Ao saltar, segundo informações da Red Bull Stratos (projeto que combina patrocinador e cientistas em torno do propósito de Baumgartner), o austríaco teria atingido a velocidade de 585,7 km/h.

'Vista incrível'

O objetivo do projeto é permitir que Baumgartner salte do balão a 36,5 quilômetros de altitude. O salto não tem data marcada, mas será feito ainda este ano.
Se a tentativa for bem-sucedida, Baumgartner conseguirá bater um recorde estabelecido em 1960 pelo aventureiro Joe Kittinger, que pulou de um balão a 31 quilômetros de altura. Kittinger faz parte hoje da equipe de Baumgartner e acredita que todo o esforço do austríaco dará certo.

 

O salto de quinta-feira foi o mais alto que Baumgartner fez em sua vida. "A vista é incrível, muito melhor do que eu imaginava", disse ele depois do feito, segundo sua assessoria de imprensa.
Ainda antes de saltar, o austríaco chegou a se curvar para ter uma noção da altura "Pensei que tinha que abrir o paraquedas, mas me dei conta de que eu ainda estava a pouco mais de 15 km de altitude", brincou.
O austríaco, de 42 anos de idade, ficou famoso por ter saltado de paraquedas de lugares como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o Millau Viaduct, no sul da França, e da torre Taipei 101, em Taiwan.
Equipes da BBC e da National Geographic estão fazendo um documentário sobre o salto no espaço de Baumgartner.


PvhCAOS - estou a mil passos .......

By BBC


Com papel e lápis, artista faz obras que parecem fotografias

Hiperrealismo do escocês Paul Cadden é tema de exposição em galeria londrina.

 

 

Desenhos que podem ser confundidos com fotografias são a especialidade do artista hiperrealista escocês Paul Cadden, que é parte de uma exposição em uma galeria de Londres.

Com lápis e papel, Cadden faz desenhos ricos em detalhes e expressões.

As imagens estão sendo expostas na galeria londrina Plus One (www.plusonegallery.com), especializada em hiperrealismo.

A exposição engloba 16 artistas hiperrealistas. Mas as obras de Cadden ficarão permanentemente no local, ou até que sejam vendidas - algumas chegam a custar até 5 mil libras, ou quase R$ 15 mil.
Na opinião de Cadden, suas obras 'intensificam o normal'.
Segundo o jornal britânico The Daily Mail, o artista leva em torno de três a seis semanas para produzir cada obra.

Um porta-voz da galeria disse ao jornal que, à primeira vista, as imagens parecem mesmo com fotografias. 'Mas, vendo-as ao vivo, de perto, você percebe que é um desenho. Os detalhes são incríveis'.




 

PvhCAOS - Apreciando as belas artes. . . .




GAME


Neo Geo portátil comemora 20 anos do console e chega ainda em 2012

Fonte: G1 Sampa

Chamado de Neo Geo X, aparelho foi feito em parceria da SNK com Blaze.
Ele será vendido com 20 jogos na memória.

 

 

 

Para comemorar os 20 anos de lançamento do videogame Neo Geo, a SNK Playmore, e a especialista em games antigos Blaze, anunciaram a o desenvolvimento do portátil Neo Geo X. O aparelho tem previsão de chegar às lojas no segundo semestre de 2012.
O novo videogame, chamado de Neo Geo X, terá tela de LCD de 3,5 polegadas e virá com 20 jogos de sucesso do aparelho na memória. Ainda, haverá saída para conectá-lo em um televisor e entrada para cartões de memória SD.

Embora o preço não tenha sido divulgado, o site MCV especula que ele deverá custar 500 libras, quase R$ 1,5 mil. Em comparação, o novo portátil da Sony, o PlayStation Vita, é vendido por US$ 250 nos Estados Unidos e R$ 1,6 mil (em pacote especial) no Brasil.
 

Veja a lista de games do Neo Geo X:
1 - "Art of Fighting";
2 - "Baseball Stars";
3 - "Cyber Lip";
4 - "Fatal Fury";
5 - "Fatal Fury Special";
6 - "Football Frenzy";
7 - "King of the Monsters";
8 - "Last Resort";
9 - "League Bowling";
10 - "Magician Lord";
11 - "Metal Slug";
12 - "Mutation Nation";
13 - "NAM 1975";
14 - "Samurai Shodown";
15 - "Sengoku";
16 - "Super Sidekicks";
17 - "The King of Fighers '94";
18 - "The Ultimate 11";
19 - "Top Players Gold";
20 - "World Heroes".

 

PvhCAOS - Loadeando.....

quinta-feira, 15 de março de 2012

Cultura Marvel

Briga entre X-Men e Vingadores garante sucesso editorial da Marvel

Com mais de 200 mil pedidos antes de seu lançamento, minissérie estreia em abril nos Estados Unidos como acontecimento de 2012 nos quadrinhos

iG Sampa

Alardeado como o grande confronto do Universo Marvel no primeiro semestre de 2012, "X-Men vs. Vingadores" coloca as duas maiores equipes da editora em confronto a partir de abril, nos Estados Unidos.








A minissérie de 12 edições gira em torno do retorno da Fênix, uma entidade cósmica de inúmeros poderes que volta à Terra em busca de um novo hospedeiro - a mutante Jean Grey, também conhecida como Garota Marvel, foi dominada pela Fênix em suas primeiras aparições.
Assumindo que o novo hospedeiro é a mutante Hope Summers, os Vingadores pretendem impedir que a Fênix a encontre. Já Ciclope, atual líder dos X-Men, vai em caminho contrário: ele quer que a jovem Summers receba a entidade para, assim, restaurar a comunidade mutante, que havia sido reduzida a duas centenas após a série "Dinastia M".
Paralelo à série, a Marvel lançará seis edições batizadas de "AVX: Versus". Em cada revista dois integrantes das equipes entram em confronto direto, sendo os primeiros Homem de Ferro vs. Magneto, Coisa vs. Namor, Homem-Aranha vs. Colossus e Capitão América vs. Gambit.
Heróis no cinema: "Os Vingadores" ganha segundo trailer; assista!
A estratégia de colocar as superequipes em conflito rendeu frutos antes mesmo de seu lançamento. De acordo com o site Bleeding Cool, os pedidos da primeira edição da minissérie já ultrapassaram 200 mil unidades nos Estados Unidos - número que coloca a revista entre as mais vendidas do país nos últimos anos.
Isso dá novo fôlego à Marvel, que em 2011 ficou em sexto lugar na lista de gibis mais vendidos dos EUA. As cinco primeiras posições ficaram com publicações de sua maior rival, a DC Comics - o primeiro lugar ficou com o relançamento "Liga da Justiça", com mais de 360 mil unidades.



PvhCAOS - Lendo tudo até a última ponta..... 

Música

Festival Sonoridades recebe Criolo e Gaby Amarantos

Evento começa nesta quinta-feira e terá três noites com transmissão ao vivo pela internet

iG São Paulo



Com atrações como Criolo, Gaby Amarantos e DJ Dolores, a segunda edição do festival Sonoridades terá início nesta quinta-feira (dia 15). O evento pretende celebrar a diversidade da música brasileira promovendo encontros nos palcos dos teatros Oi Futuro e Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro.
Três noites do Sonoridades serão transmitidas ao vivo pelo site do evento: Criolo + Emicida + Cézar Mendes (16/03 - 21h); Gaby Amarantos + Nina Becker + Lia Sophia (24/03 - 21h); e DJ Dolores & Robertinho do Recife + Jorge Mautner (31/03 - 21h).


Quem encabeça a primeira noite é o cantor Criolo. Um dos grandes nomes da música brasileira em 2011, Criolo lançou no ano passado o elogiado "Nó na Orelha", disco que expandiu seus horizontes para fora do rap.
"Por volta de 2008 percebi que minha construção de texto não estava somando mais para o rap. E, caramba, eu nunca vou deixar bater na bunda a água do comodismo", disse o cantor ao iG, logo após o lançamento do disco.
Em seus dois shows (nesta quinta e sexta-feira), Criolo divide o palco com o rapper Emicida, com quem já se apresentou no Sesc Pompeia, em São Paulo, no início do ano. Nesta quinta-feira, a dupla recebe o cantor e compositor Rodrigo Campos. Na sexta, com transmissão ao vivo pela internet, o convidado é o violonista baiano Cézar Mendes.
Nos dias 23/3 e 24/3, o Sonoridades será comandado por Gaby Amarantos. Já chamada de "Beyoncé do Pará", a cantora vai trazer o seu tecnobrega ao Rio de Janeiro. O estilo, explicou a artista em entrevista ao iG, "tem essa identidade amazônica. Ele é moderno, tem a batida eletrônica, mas você sente a floresta. É uma coisa meio índio high-tec". Em suas duas apresentações, Gaby dividirá o microfone com as cantoras Nina Becker e Lia Sophia.
O encerramento do Sonoridades acontece no final de março (dias 30/3 e 31/3), e terá o encontro de DJ Dolores & Robertinho do Recife com o cantor Jorge Mautner.
A programação ainda conta com a apresentação de BID no Teatro Oi Casa Grande. O artista vai tocar canções do disco "Bambas 2", com participações do cantor Chico César e dos jamaicanos Luciano e Jesse Royal.
Festival Sonoridades II
15 de março (quinta-feira): Criolo + Emicida + Rodrigo Campos
16 de março (sexta-feira): Criolo + Emicida + Cézar Mendes
17 de março (sábado): Moreno Veloso + Pedro Miranda + Luís Filipe de Lima
23 e 24 de março (sexta-feira/sábado): Gaby Amarantos + Nina Becker + Lia Sophia
30 e 31 de março (sexta-feira/sábado): DJ Dolores & Robertinho do Recife + Jorge Mautner
Local: Teatro Oi Futuro - r. Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, Rio de Janeiro
Horário: 21h
Preço: R$ 20 (R$ 10 a meia-entrada)
Vendas: na bilheteria do Oi Futuro em Ipanema, que abre às 15h
Telefone: 21-3201-3010
Site: www.oifuturo.org.br/cultura/oi-futuro-ipanema
28 março (quarta-feira): BID apresenta Bambas 2
Local: Teatro Oi Casa Grande - r. Afrânio de Melo Franco 290, Leblon, Rio de Janeiro
Horário: 21h
Preço: R$ 30 (R$ 15 meia -entrada)
Vendas: na bilheteria do teatro
Telefone: (21) 2511-0800
Site: http://oicasagrande.oi.com.br

Aurora !

Astronauta fotografa aurora no hemisfério Sul

Ig São Paulo

 

Andre Kuipers capturou imagem de fenômeno luminoso entre a Austrália e a Antártida

 

 

 

 O astronauta holandês Andre Kuipers fotografou, no dia 10 de março, a aurora entre a Antártida e a Austrália. Na imagem, além da forte luz verde, é possível ver parte da Estação Espacial Internacional, onde Kuipers está a bordo.

 

A forte tempestade solar que atingiu a Terra na semana passada teve como consequência uma série de espetáculos de luzes nos céus dos polos Norte e Sul. As auroras boreal e austral são causadas pelos ventos solares que carregam as partículas elétricas liberadas nas explosões solares. Ao atingirem o campo magnético da Terra, algumas partículas ficam retidas, provocando luminosidade.



 

 

PvhCAOS - pluct  plact zuummm....

 

quarta-feira, 14 de março de 2012

Universo do cartunista Angeli

A exposição mostra os vários Angelis, em preto e branco e em cores, em crise ou não



O programa Ocupação chega à sua 12ª edição desnudando o universo do cartunista Angeli. A mostra, em cartaz no Itaú Cultural de 16 de março a 29 de abril, apresenta 880 obras assinadas pelo artista, sendo 80 originais, e cerca de 20 fotos de arquivo pessoal, incluindo retratos de infância e adolescência.

A Ocupação tem por característica destacar elementos do processo criativo de artistas considerados ícones em sua área de expressão. Nesta edição, com curadoria da arquiteta e designer gráfica Carolina Guaycuru, parte do ambiente de trabalho do cartunista é recriado no espaço expositivo, projetado pela cenógrafa e também arquiteta Patrícia Rabbat.

Com uma produção múltipla e significativa, o cartunista é conhecido por ironizar a vida cotidiana da metrópole, seja ao criar personagens controversos em tirinhas, seja ao emprestar seu humor ácido a charges políticas, ao editar a já extinta revista Chiclete com Banana ou ao se autocriticar numa série de caricaturas na qual é personagem de si mesmo.

Entre as curiosidades da Ocupação Angeli, destaque para a exibição de dois sets restaurados das filmagens de Dossiê Rê Bordosa, curta dirigido por Cesar Cabral com bonecos animados. Um vídeo especialmente produzido para a exposição traz uma entrevista na qual o artista conta fatos marcantes de sua trajetória entre 1970 e 2000, relacionados à música, expressão fundamental em sua obra. Quem assina esse trabalho é o produtor musical, sonoplasta e artista gráfico Pedro Angeli, seu filho.

No dia da abertura da mostra, entra no ar um hotsite especial para a Ocupação Angeli, com parte do material da exposição e conteúdo exclusivo. No endereço atual, você pode visitar as edições anteriores, dedicadas a artistas como Cildo Meireles, Haroldo de Campos, Zé Celso, Nelson Leirner, entre outros.

Confira o verbete de Angeli na Enciclopédia de Artes Visuais.


Ocupação Angeli
sexta 16 março a domingo 29 abrilterça a sexta 9h às 20h
sábado domingo feriado 11h às 20h
[indicado para todas as idades, exceto a sala com conteúdo impróprio, indicada para maiores de 16 anos]
entrada franca


Itaú Cultural | Avenida Paulista 149 – Paraíso – São Paulo SP [próximo à Estação Brigadeiro do Metrô] 

terça-feira, 13 de março de 2012

Código Florestal - Sim ou Não??

Com intuito de preservar o nosso meio ambiente, a Porto Velho CAOS, se manifesta contra a atual posição do novo Código Florestal, e expondo aqui um abaixo assinado, você pode manifestar, álias pedimos que se manifestem por meio do nosso blog, uma vez que admiramos a sua audiência e agradecemos a sua manifestação.


Caros amigos,

 Em apenas algumas horas, a Câmara dos Deputados pode acelerar uma reforma polêmica do nosso código florestal que provavelmente irá expor vastas extensões de florestas preciosas do Brasil ao desmatamento. Entretanto, uma enorme onda do poder do povo agora poderá atrasar a votação e virar a maré contra o projeto de lei.

O lobby ruralista está pressionando ferozmente para aprovar a lei às pressas. O novo código lhes daria até mesmo anistia pelo seu passado de desmatamento ilegal, incluindo o cancelamento de cerca de 200 milhões de reais em multas, e, ao mesmo tempo, carta branca para realizar a depreciação dos nossos recursos. Se apelarmos aos líderes dos partidos mais importantes agora e contarmos a eles que sua reputação está em risco, poderemos atrasar esse projeto de lei revoltante, e quanto mais adiarmos a votação, maior a probabilidade da presidente Dilma usar seu poder de veto caso a lei seja aprovada na Câmara dos Deputados.

Temos apenas algumas horas antes de líderes de partidos importantes se reunirem com a Dilma para decidir se seguirão adiante com a votação essa semana. Vamos garantir que eles escutem um clamor ensurdecedor do povo. Se inundarmos suas linhas telefônicas com dezenas de milhares de ligações, poderemos persuadí-los a colocarem a natureza na frente do lucro a curto prazo e suspenderem a votação. Clique abaixo para fazer sua ligação:

http://www.avaaz.org/po/stop_the_new_attack_on_the_amazon_call_in/?vl

Não é somente a Amazônia: a Mata Atlântica, o Cerrado e a Caatinga, bem como o Pantanal estão todos em risco com o Código Florestal. Ruralistas corruptos estão jogando duro no Congresso, e as tensões já subiram em áreas de floresta, com madeireiros ilegais e fazendeiros ameaçando, batendo e até matando ativistas. O novo Código Florestal iria aumentar incomensuravelmente esses confrontos e levar-nos a uma era sombria de exploração e falta de cuidado com nosso ambiente.

Nossa nação possui uma reputação de campeã do clima, mas a aprovação do Código Florestal iria minar seriamente a liderança mundial do Brasil, o que seria particularmente chocante já que estaremos recebendo a Cúpula da Terra Rio+20 em junho deste ano. Nossa presidente deu dicas de que está disposta a comprometer o meio ambiente. Cabe a nós dizer não.

Temos apenas algumas horas! Vamos exigir que a Câmara dos Deputados impeça a votação e abra o projeto de lei para uma discussão democrática. Ligue para os líderes da Câmara dos Deputados agora e, em seguida, compartilhe com todos!

http://www.avaaz.org/po/stop_the_new_attack_on_the_amazon_call_in/?vl

Nos últimos 3 anos, os membros brasileiros da Avaaz deram saltos enormes em relação ao mundo que todos nós queremos: ajudaram a aprovar a Ficha Limpa, fizeram lobby com nosso governo para desempenhar um papel de liderança na ONU, protegeram os direitos humanos e intervieram para apoiar a democracia no Oriente Médio. Agora, com corajosos ativistas brasileiros sendo mortos para proteger um precioso recurso global, vamos nos unir em torno deste dia crítico de ação para salvar a Amazônia e proclamar, mais uma vez, o Brasil um verdadeiro líder internacional.

Com esperança e fé de que tudo dará certo,

Cid, Porto Velho CAOS, Luis, Emma, Diego, Carol, Laura, Ricken e o restante da equipe da Avaaz


PvhCAOS - Não destrua o verde, você precisa dele.......

quinta-feira, 8 de março de 2012

Legalize Já - EUA

Cypress Hill, Smokeout Reúne Korn, Wiz Khalifa, MSTRKRFT Para os Direitos da Maconha

Korn's Jonathan Davis: 'Let motherf---ers get high if they want to, it's not hurting nobody.' Jonathan Davis do Korn: deixem os filhos da puta ficarem loucos, se quiserem, não estão prejudicando ninguém. "

 

por Steve Baltin 

 

DJ Wolfgang Gartner tocou em festivais ao redor do mundo, mas Smokeout Cypress Hill, realizada ontem em San Bernardino, Califórnia, trouxe algumas experiências únicas. "I've never seen anything like that before at a festival – the pot tent, show your license, come in, smoke," he told Rolling Stone . "Eu nunca vi nada parecido antes em um festival - a tenda pote, mostrar sua licença, entra, fumaça," ele disse à Rolling Stone.

Yes, at the hip-hop group's annual pro-pot event, those with a medical marijuana license can get a bracelet that gives them access to a tent where they can legally consume. Sim, no caso de o grupo de hip-hop pró-maconha anualmente, aqueles com uma licença de maconha medicinal pode obter uma pulseira que dá acesso a uma barraca onde podem legalmente consumir. It's just part of what makes the day-long event unusual. É apenas parte do que torna o evento um dia inteiro fora do comum.
Part political rally, part concert, SmokeOut is whatever fans choose to make it. Parte comício político, concerto parte, Smokeout é o que os fãs escolher fazê-lo. Featuring a big-name mix of acts, from mainstage closers Korn to Wiz Khalifa, MSTRKRFT, Gartner, Sublime with Rome, and many more, SmokeOut offered more than enough musical highlights to satisfy the thousands in attendance just to see a concert. Com um mix de grandes nomes de atos, de mainstage closers Korn para Wiz Khalifa, MSTRKRFT, Gartner, Sublime com Roma, e muitos mais, Smokeout ofereceu mais do que suficiente destaques musicais para satisfazer os milhares de participantes apenas para ver um concerto. The event also marked the official live debut of Cypress Hill's collaboration with Rusko, though the two did join forces on stage in LA last year for one track. O evento também marcou a estréia oficial ao vivo da colaboração Cypress Hill com Rusko, embora os dois se uniram forças no palco em Los Angeles no ano passado por uma faixa.
Gartner was impressed by the eclecticism of both the lineup and the fans. Gartner ficou impressionado com o ecletismo da programação, tanto quanto os fãs. "I think it's more to the benefit of the people at the festival that all these different styles of music are brought together," he said. "Eu acho que é mais para o benefício das pessoas no festival que todos estes diferentes estilos de música se reúnem", disse ele. "I generally think the type of people who would come to something like this are open minded enough to where they would wander between the airplane hangars and get tastes of all different kinds of stuff. This has the ability to turn people on to new sounds." "Eu geralmente acho que o tipo de pessoas que viriam a algo como este são de mente aberta o suficiente para que eles iriam passear entre os hangares e obter os gostos de todos os tipos diferentes de material. Este tem a capacidade de transformar as pessoas para novos sons. "
But there's also the political component. Mas há também o componente político. Just two days before the festival, Cypress Hill's B-Real joined about 150 people on a march to LA's City Hall to protest recent crackdowns on medical marijuana and pot dispensaries by both the city and the Department of Justice, who recently declared the dispensaries illegal on a federal level. Apenas dois dias antes do festival, Cypress Hill, B-Real se juntou cerca de 150 pessoas em uma marcha para Salão de Los Angeles City para protestar contra a repressão recentes sobre a maconha medicinal e dispensários de maconha pela cidade e do Departamento de Justiça, que recentemente declarou que as farmácias ilegais na nível federal.
Even those on hand who no longer partake of weed were upset with the laws. Mesmo mão aqueles em que não mais participar de plantas daninhas foram chateado com as leis. "I haven't smoked in almost nine years. [But] I'ma strong believer it should be legalized and taxed and it would have a seriously positive effect on the economy," Gartner said. "Eu não fumo em quase nove anos. [Mas] Eu acredito firmemente que deveria ser legalizada e tributados e teria um efeito positivo sobre a sério a economia", segundo o Gartner. "Just legalize it, tax it, it's safer than alcohol." "Só legalizá-la, tributar-lo, é mais seguro do que o álcool."
Korn's Jonathan Davis came out largely in support of longtime friends Cypress. Jonathan Davis do Korn saiu em grande parte em apoio da Cypress amigos de longa data. "If there was no Cypress Hill there'd be no Korn. They were a huge influence on the first Korn record," he told Rolling Stone . "Se não houvesse Hill Cypress não haveria Korn. Eles foram uma enorme influência sobre o registro Korn em primeiro lugar," ele disse à Rolling Stone. Davis estimates that he hasn't smoked in14 years – even longer than Gartner. Davis estima que ele não fumou in14 anos - ainda mais do que o Gartner. But he is a fierce defender of the idea of legalizing weed. Mas ele é um defensor ferrenho da idéia de legalizar a maconha.
"I think it's everyone's right to smoke, it should be legalized," he said. "Eu acho que é o direito de todos à fumaça, ela deveria ser legalizada", disse ele. "[Pot] lets people get high and laugh, that's about the extent of it. There are no fucking hangovers, no crazy fistfights, no drama like alcohol causes, so I've always been a firm believer in marijuana rights and the medicinal rights. Let motherfuckers get high if they want to, it's not hurting nobody." "[Pot] permite às pessoas obter alto e rir, que é sobre a extensão do mesmo. Não há ressacas merda, sem brigas malucas, sem dramas, como causas de álcool, então eu sempre fui um crente firme em matéria de direitos de maconha e os direitos medicinais motherfuckers. Vamos receber alta, se quiserem, não está prejudicando ninguém. "

 


Estadão

Manifestantes protestam contra Código Florestal em Brasília

 

 

A política ambiental do governo Dilma Rousseff foi qualificada como "retrocesso" pela ex-senadora Marina Silva. Manifestantes protestaram em frente a Esplanada dos Ministérios.

 

 Mulheres da Via Campesina também enviaram cartas e e-mails à presidente Dilma Rousseff para pedir o veto das mudanças no Código Florestal

 Na carta enviada a Dilma, grupo pressionou: "acreditamos que a senhora não quer ser lembrada na história como a presidenta que liberou o fim de nossas reservas de floresta e entregou nossas riquezas"

A votação do novo texto do Código estava prevista para esta quarta-feira, 7, na Câmara dos Deputados, mas foi adiada para a próxima terça-feira, 13 

 

 

PvhCAOS - a primeira a tratar bem os animais ....

terça-feira, 6 de março de 2012

Mais Terra Sem Lei


Posted: 06 Mar 2012 07:55 AM PST
Esse documentário, é sobre uma situação similar à Pinheirinho, o Quilombo Rio dos Macacos e várias outras situações no nosso país, fala sobre uma região no norte do estado do Rio de Janeiro onde uma comunidade sofre o terrorismo praticado por uma empresa estaleira encabeçada pelo Eike Batista, um milionário brasileiro. Na sua tentativa de criar mais "progresso" para o Brasil ele expulsa uma população de agricultores que viveram sua vida toda da terra e sem outra coisa a fazer na vida. Enfim vejam com seus próprios olhos como é construído o progresso do Brasil:

TERRA SEM LEI

Sobre o Quilombo dos Macacos e sua reintegração de posse

Posted: 04 Mar 2012 06:40 AM PST
Por tanto ter demorado pra escrever essa matéria, infelizmente hoje, é um péssimo dia sobre a luta dessa comunidade, pois a sua reintegração de posse já começou.
O que acontece no Quilombo dos Macacos é que lá é uma região protegida por lei, por ser um quilombo, mas a marinha da Bahia há 42 anos atrás ROUBOU suas terras para construir uma base, deixando para o povo do Quilombo o que sobrou de suas próprias terras, agora eles querem expandir a área da base e simplesmente acabar com toda a área! Aqui, eu deixo o manifesto escrito pelo próprio pessoal do quilombo:
Por favor, republiquem esse texto, compartilhem, compareçam nos atos se você morar por perto, não deixem isso passar!




MANIFESTO COMUNIDADE QUILOMBOLA
RIO DOS MACACOS

No balanço de fim de ano:violação aos direitos das Comunidades Quilombolas pela Marinha doBrasil




Encerramos o ano de 2011 com umbalanço de violação dos direitos das comunidades quilombolas noBrasil.

A Marinha como inimiga histórica dapopulação negra do Brasil - vide o exemplo da Revolta da Chibata,em 1910, e, 100 anos depois, os recentes eventos ocorridos emAlcântara, no Maranhão, em Marambaia, no Rio de Janeiro, e, agora,no Quilombo Rio dosMacacos, Bahia, onde maisuma vez o Ministério da Defesa, através da Marinha, corre o riscode responder numa corte internacional dada a situação de violaçõescomposta por um repertório que passa desde o impedimento de criançasirem à escola até a negação de socorro a pessoas centenárias. Noterritório quilombola do Rio dos Macacos, oficiais da Marinha estãodiretamente implicados em casos que levaram até mesmo a óbito.

Se tem uma expressão entre ospoderes no Brasil que não conhecemos são as Forças Armadas, que seconstituíram no País desde o início do século XIX com a missãode caçar negros e indígenas, impedindo qualquer forma deorganização política destes dois segmentos . Ao longo do séculoXX, esta mesma instituição se articulou e cresceu no Brasil,sustentada por três pilares: trata-se de uma organizaçãopatrimonialista, sectária e focada na estratégia de guerra onde amaioria da população é tratada como inimiga. Só por isso foipossível atravessarmos o século XX com intervalo de democracia erealidade de ditadura, pois o último princípio de sustentação dasforças armadas no Brasil conta com o elemento de ausência dequalquer mecanismo de diálogo e controle social por parte dapopulação.

Portanto, o que está acontecendo emRio dos Macacos coloca a Marinha em rota de colisão com a sociedadedemocrática de direitos, onde todas as instituições do Estadoestão funcionando. A Marinha, enquanto instituição anunciada emsua missão de defesa, tem atuado constantemente violando os direitoshumanos dessa e de outras comunidades que por gerações inteiraslutaram para conquistar, implicando na negação do direito de ir evir, de expressão, de organização política, de acesso aosserviços básicos, como educação e saúde, do modo ser e fazer dascomunidades que habitam secularmente e que tiveram seus territóriosinvadidos datado nos últimos 50 anos.

Nos últimos meses, como forma deenfrentar a organização política da comunidade Rio dos Macacos eda solidariedades de muitos grupos da Bahia e do Brasil, a Marinhaprotagonizou inúmeras ações violentas a exemplo do assédio diárioà comunidade com dezenas de fuzileiros armados; invasão dedomicílios atentando contra os direitos das mulheres; uso ostensivode armamento exclusivo das forças armadas criando verdadeirostraumas em crianças, adolescente e idosos, que tiveram casasinvadidas e armas apontadas para as suas cabeças; impedimento dasatividades econômicas tradicionalmente desenvolvidas pelacomunidade, como a agricultura e a pesca de subsistência como formade inviabilizar a permanência no território.

Um saldo desse conflito desigual seevidencia no grande número de crianças, adolescentes e adultos queforam impedidas ou que foram forçadas a desistir de frequentar aescola. Na comunidade de Rio dos Macacos, dois fuzileiros ficavam deprontidão num ponto denominado pela comunidade como “barragem”para impedir a saída e entrada de pessoas, e quem insistiu foiespancado, preso e humilhado publicamente como castigo exemplar.Desde a década de 1970 que mais de 50 famílias foram expulsas doterritório e se mantém alto nível de hostilidade aos quepermaneceram resistindo.

A disputa não se dá apenas nocampo objetivo, pois a Marinha, ao destruir dois terreiros deCandomblé em Rio dos Macacos, também estabeleceu uma guerra contraa sustentação simbólica, que incide diretamente no ataque àmemória, à cultura e às tradições, elementos fundamentais àidentidade quilombola. Neste ponto, a Marinha viola todos osprotocolos internacionais assinados pelo Brasil, a exemplo daDeclaração de Durban, resultante da 3ª Conferência Mundial contrao Racismo, na África do Sul, em 2001.

Diante da ampla mobilização edenúncias tão contundentes, diferentes órgãos e instâncias daadministração pública do Governo Federal (SEPPIR, FCP, AGU, PGF,PGU, MDA,INCRA, MINISTÉRIO DA DEFESA E SECRETARIA GERAL DAPRESIDENCIA), implicados na garantia dos direitos das comunidadesquilombolas, garantido no artigo 68 dos atos das disposiçõestransitórias da Constituição Federal de 1988, quegarante que “aosremanescentes das comunidades dos quilombos que estejam ocupando suasterras é reconhecida a propriedade definitiva, devendo o Estadoemitir-lhes os respectivos títulos”,regulamentado nodecreto 4887/2003, em conformidade com Convenção 169 da OIT,tomaram como decisão realizar imediatamente o RTID (RelatórioTécnico de Identificação e Delimitação), que é uma peçatécnica fundamental para que a presença da comunidade no territórioseja entendida pelos poderes públicos.

Estranhamente e de forma arbitrária,a Marinha achou-se no direito de impedir um órgão da administraçãofederal, o INCRA, de cumprir com o dever constitucional e o acordoinstitucional firmado no dia 3 de novembro de 2011. No dia 09 dedezembro, a Marinha anunciou que não ia permitir a entrada dostécnicos do INCRA no local, alegando que as ações daquele órgãono sentido de realizar os estudos necessários à regularização dasterras dos quilombolas e assim cumprir o que manda a Constituiçãoseriam incompatíveis com o interesse público. Leia-se, comointeresse de ampliar a Vila dos Militares.

Desta forma, enquanto a Presidentadescansa sem talvez saber o que se passa a poucos metros da caserna,guarnecida pelo aparato militar, também o INCRA e seus servidoresestão sob ameaça, pois a Marinha, nos termos do documento anexo,promete, “utilizando-sedos meios permitidos em Regulamento para inibir qualquer práticaatentatória à perda das garantias de manutenção da DominialidadeFederal da região”,barrar o processo de realização dos direitos constitucionais dacomunidade.

Por tudo relatado, exigimosprovidências imediatas por parte da Presidenta da República e peloMinistro da Defesa, pelo fim da violação dos direitos humanos, pelogarantia dos direitos quilombolas e pela imediata regularizaçãofundiária do Território da Comunidade Quilombola Rio dos Macacos!!!

Assinam:
- ComunidadeQuilombola do Rio dos Macacos
- ComunidadesQuilombolas do Recôncavo: Alto do Tororó, São Francisco doParaguaçu, Giral Grande, Tabatinga, Guerém, Porto da Pedra,Salaminas-- - Putumuju, Santiago do Iguape, Bananeiras, Maracanã,Porto dos Cavalos, Praia Grande, São Brás, Cambuta, Acupe de SantoAmaro
- ConselhoQuilombola da Chapada - BA
- Movimento dePescadores e Pescadoras - BA
- CDCN -Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra da Bahia
- Articulaçãoem Políticas Públicas da Bahia
- AATR –Associação dos Advogados dos Trabalhadores Rurais - BA
- ConselhoPastoral dos Pescadores
- FASE-BA

Aqui temos um comunicado postado hoje sobre a situação:

Neste momento Marinha Brasileira descumpri acordo e quer expulsar moradores do Quilombo do Macaco.

RIO DOS MACACOS RESISTE, MAS ESTAMOS TEMENDO A VIOLÊNCIA DE SEMPRE DA MARINHA DO BRASIL...

Marcada para a hoje, 04.03.2012, e suspensa por ação da Presidência da Republica (Secretaria Geral, SEPPIR e FCP), a tomada do Território do Quilombo Rio dos Macacos, ainda não foi assimilada pela Marinha do Brasil, que mesmo diante da suspensão insistir em tencionar e atentar contra os direitos da comunidade. A Marinha do Brasil não pode realizar esta ação hoje mas neste momento a comunidade está vivendo uma grande tensão, pois já tem mais de 03 caminhões de fuzileiros dentro da Comunidade, cada um com cerca de 80 homens, do lado de fora tem os militares da Bahia (que não podem entrar por se tratar de área federal) e 01 trator posicionado no portão da Vila Naval, área tomada da comunidade há 42 anos pela Marinha do Brasil. A Polícia Federal é a única instituição que pode cumprir a decisão desastrosa da 10ª Vara Federal na Bahia, mas está não irá em Rio dos Macacos, pois não pode agir acima das Leis. Qualificamos de desastrosa a decisão, porque a Comunidade de Rio dos Macacos não foi ouvida em qualquer fase do processo, estando a justiça agindo em um único pólo.

A Marinha do Brasil, não pode tomar o Território de Rio dos Macacos, porque ela como instituição Brasileira não está acima das demais instituições nacionais, vivemos sob a vigência do estado democrático e as instituições estão em funcionamento. Agindo com um modus operandi irreconhecível por instituições marcadas pela hierarquia e disciplina, ontem a noite (03.03.12) um senhor da comunidade sofreu um atentado contra sua vida, quando quase foi morto com um tiro em sua direção, dado por um membro da corporação, identificado pela comunidade. O caso foi registrado em uma delegacia da região. 

O Artigo 68 da Constituição de 1988 e o Decreto 4887/2003, garantem os direitos da ocupação secular da Comunidade. Rio dos Macacos está naquele Território há mais de 238 anos e não pode ser derrotado, por um crime de uma instituição que, ao contrario, deve garantir e fazer valer as Leis do país, por isso precisamos das/dos jornalistas agora em Rio dos Macacos. Todo o mundo precisa saber, para impedir uma tragédia hoje em Salvador, aos nossos olhos.

Mandem essa nota para todas as pessoas possíveis, para todas as redes, não podemos ficar em silêncio diante da possibilidade de uma barbárie, O Brasil e o mundo precisam saber!

Nossa luta é todo dia!!!
Vilma Reis 
Presidente do CDCN - Bahia
Profa. Sociologia - Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias
Campus XXIII, UNEB - Seabra
Coordenação Colegiada do Programa CEAFRO
CEAO: Centro de Estudos Afro-Orientais - FFCH/UFBA 
Praça Inocêncio Galvão, 42, Largo 02 de Julho 
Salvador/Bahia, Brasil, Cep.40.060-180 
Tel.             (55-71)3283-5520       , Fax.(55-71)3322-2517, Cel.(55-71)9994-3749 
E-mail:ceafro@ufba.br - Site:www.ceafro.ufba.br

sexta-feira, 2 de março de 2012

Like a Rolling Stone....

Rolling Stones celebra 50 anos com autobiografia fotográfica

 

Livro terá 352 páginas, 700 ilustrações e contará a história da banda desde seu surgimento até os dias atuais

 

Fonte: Reuters

 

Cinquenta anos após subirem aos palcos pela primeira vez, os Rolling Stones publicarão um registro fotográfico de sua ascensão à fama e de seu duradouro sucesso.

 

"The Rolling Stones: 50" chegará às livrarias britânicas em 12 de julho, mesmo dia em que a banda estreou no Marquee Club na Oxford Street de Londres, no ano de 1962.

O livro, que será publicado pela editora Thames & Hudson, faz parte da comemoração de aniversário de 50 anos de uma das maiores bandas de rock.

O novo livro terá 700 ilustrações, 300 delas coloridas e muitas tiradas do arquivo do tabloide Daily Mirror, jornal que tem a maior coleção de fotografias dos Rolling Stones.

"Essa é a nossa história de 50 anos fantásticos", afirmaram Jagger, Richards, o baixista
Ronnie Wood e o baterista Charlie Watt em comunicado conjunto.

"Com a nossa curadoria, o livro conta com as nossas melhores fotografias e efemeridades do nosso e de outros arquivos."

A autobiografia fotográfica, que também contará com texto da banda, incluem imagens tiradas por Philip Townsend, fotógrafo do primeiro ensaio da banda.

A edição de 352 páginas com capa-dura será vendida por 29,95 libras esterlinas (aproximadamente R$ 80) na Grã-Bretanha.


 

 

Planeta Bizarro

Pintura 3D de tubarão ‘devora’ crianças em museu em Taiwan

Crianças parecem ser devoradas ao posar para foto na pintura.
Exposição ficará aberta até o dia 3 de junho em museu de Taipei.

Do G1, em São Paulo

Uma pintura 3D de um tubarão virou atração de um museu em Taipei, em Taiwan. Ao posar na imagem, duas crianças pareciam ser devoradas pelo predador. A exposição ficará aberta até o dia 3 de junho em um centro de educação da capital taiwanesa.




PvhcaOS - atento aos movimentos...... 

 

quinta-feira, 1 de março de 2012

Eu quero ...SEXOOOO...

Pense mais em sexo!

Momento curiosidade aqui no Preliminares. Uma pesquisa da Universidade de Amsterdã descobriu que quando pensamos em sexo nosso raciocínio fica melhor. Isso mesmo, quanto mais você pensa na sua diversão, melhor entende o resto das coisas.
 
O teste foi assim: um grupo de pessoas foi dividido pela metade, uma parte deveria pensar em sexo, a outra não. Depois disso os pesquisadores distribuíram problemas matemáticos pra que fossem resolvidos. A galera que estava pensando em sexo há alguns minutos foi muito melhor.

A explicação é que pensar na nossa diversão preferida - o sexo - ativa algumas áreas do cérebro ligadas a lógica e raciocínio, nos deixa mais detalhistas e então quanto mais pensamos naquilo, mais inteligentes ficamos.

 Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda pra mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).
 

El País semanal

O novo apóstolo da psicodelia Iker Seisdedos ERIK TANNER 13 NOV 2018 - 22:05 BRST Michael Pollan, renomado jornalista ...