Pvhcaos - AO VIVO

sábado, 27 de junho de 2009

Arranca Toco - hoje - Porto Velho RO


Daqui a pouquinho começa, o Pré Festival Arranca Toco, organizado pela turma do ANGEL FIRE, e mais uma vez, a PVHCAOS estará lá, e por meio do blog você fica antenado com o que acontece no Arranca Toco.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Intro Web Rádio Porto Velho Cultura Arte Organizando Social


A Web rádio que surgiu para dar espaço ao novo, alternativo e autêntico.


Tornou o conjunto cultural mais acessível e integrou a Arte com eventos entre outras manifestações. A web rádio rock, sendo a primeira da capital, aproximando fronteiras, iniciou suas atividades no Estado do Acre, em Rio Branco, no Festival Varadouro, sendo pioneira na transmissão ao vivo. Também foi convidada posteriormente, para participar do evento de fim de ano na mesma cidade, o evento com o nome de feliz metal, aproximou os adeptos do heavy metal.


Veio o Carnaval 2009 e lá estava a PVHCAOS, organizando o seu primeiro evento, na praça de porto velho, a terça de brasas, já que a quarta (feira) é de cinzas.


Esse é só um exemplo. Isso é o que a PVHCAOS fez, e mais vem por aí.




Porto Velho C.A.O.S.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Agradecimentos, news, outros......

A Primeira web rádio rock da capital, Porto Velho Cultura Arte Organizando o Social, agradece a Organização do Intercom Norte 2009 pelo apoio, na participação e cobertura do mesmo. Ocorrido nos dias 18, 19 e 20 do mês corrente.

Disco novo - Novas sobre o beastie boys ---> http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/5587/


Não esquecendo do Pré Festival Arranca Toco, dia 27 a apartir das 14:00 hrs entre o Mercado Cultural e o Palácio Getúlio Vargas, bem ao lado da Unir centro. Leve seu skate e sua família pra curtir um dia de som, cultura e muito skate.


pvhcaos@hotmail.com

sábado, 20 de junho de 2009

INTERCOM NORTE 2009 – Últimos momentos



Depois do encerramento do congresso, me senti até mesquinha em tudo que lhes escrevi até agora e em tudo o que pensei. É fácil julgar os acontecimentos, apontar os erros, mas é difícil enxergar os acertos. Eu fui até o exato momento um tanto quanto critica, com uma visão minimalista de tudo que estava ocorrendo, eu me coloquei ali apenas para criticar. Sou exigente demais comigo mesma, porque não seria assim também de algo que eu esperava tanto?


Não fui a muitos congressos, aliais, este é o meu segundo, e o primeiro de comunicação, eu falei tanto dos problemas técnicos do evento, que esqueci de me colocar no lugar dos organizadores e verificar os acertos que tiveram.


Se no primeiro dia tudo parecia despencar, no segundo a tranqüilidade pairava sob o ar da UNIRON. Pela praça de alimentação já se notava o começo da interação tão esperada (ao menos por mim).


Neste segundo dia, eis que eu finalmente tive tempo para assistir uma das palestras, com a temática “Mídia e Violência: aspectos de direito processual penal”, com o professor e mestre Luiz Fernando Pereira Neto. Um assunto que parece maçante foi muito interessante e o palestrante ainda nos fez refletir e deixou questões para que nós colocássemos nossos cérebros para funcionar. Logo em seguida foi à palestra do professor, mestre e coordenador do evento Marco Bonito, com o tema “Informvoros”, da qual infelizmente não pude estar presente, mas ouvi comentários excelentes.


Sem problemas com o jantar e com o horário modificado do inicio das oficinas, tudo estava correndo bem, exceto para nossos guerreiros da PVH CAOS que estavam em meio aos preparativos para a programação cultural da ultima noite do INTERCOM.
Se ontem não pude falar das outras oficinas, hoje posso dizer que ouvi uma serie de pessoas satisfeitas, incluindo eu, que me apaixonei ainda mais por fotografia, mas acho que isto ainda me será apenas hobby.


Final das oficinas, inicio do Sarau, a luz de velas mais uma vez, o hall de entrada da faculdade entrou em um clima zen. Lá os alunos de diversos lugares do norte puderam escutar musica regional, declamação de poesia, poesia regional, musica popular brasileira e blues. O clima chegou a ser contagiante e os alunos de ‘esparramaram’ no chão para curtir as atrações.


Logo após, as pessoas puderam se reunir próximos ao palco montado no estacionamento da faculdade, não posso deixar de falar sobre minha piadinha ‘interna’, o tal fantasminha do som que assombrou os dois dias do congresso. Depois tu horas de organização, testes de som, eis que na primeira apresentação, a energia das P.A.’s caiu. Um corre-corre alucinante para que tudo voltasse ao normal o mais rápido possível, e foi ai que senti na pele o quanto imprevistos podem ocorrer. Por sorte tudo foi resolvido rapidamente, e a primeira banda a tocar foi Estação Vapor, que até então eu desconhecia, mas que já coloco em minha lista de recomendações, com musicas na batida do velho rock ‘n roll, letras de protesto e baladinhas românticas. Logo após foi a vez da Bicho do Lodo, uma banda que mistura regionalidade com rock ‘n roll, traz letras polemicas e instigantes. A terceira banda da noite foi a Di Marco, vinda diretamente de Ji-Paraná, apenas para tocar no evento, se vocês puderem conferir o myspace, recomendo que ouçam todas estas bandas. A banda que fechou a ultima noite de congresso foi a Ultimato, o som pesado da banda fez os convidados dos mesmos curtirem um evento que até então foi programado para os participantes. Foi um show V.I.P. para àquelas que realmente prestigiam este tipo de musica.


Sempre ouvi amigos contando historias de seus congressos, de o quanto foi fundamental para suas vidas, não só pelo conteúdo, mas pela diversão e amizade, pela interação e troca de culturas que pode acontecer, mas sinceramente, não consegui notar nada disto neste, acho que até um congresso de advogados tenha sido mais divertido.
Claro que amizades aconteceram (e sabe Deus o que mais), porém vi que ainda havia uma serie de panelinhas estaduais.


Hoje pela manha, tivemos uma palestra sobre “Sociabilidade na cibercultura” com o professor da UFBA(BA) Dr. José Carlos Ribeiro. Logo em seguida aconteceu a premiação da EXPOCOM (como foi dito, é onde ocorre a apresentação de trabalhos que irão participar do INTERCOM nacional).


Se antes eu havia achado tudo muito morno, ali minha mente pode dar um giro de 360° e ver porque o INTERCOM foi importante. Só a minha faculdade levou para casa 8 prêmios, infelizmente, eu estava sem os demais membros do PVH CAOS, e não consegui fotografar e anotar nomes ao mesmo tempo, mas tudo isto logo estará disponível no blog do congresso, na TV e no impresso.


A emoção dos ganhadores, dos professores que fizeram e viram tudo acontecer, a vibração, os discursos, faz agente entender na hora o quanto foi importante a presença de cada um.


Foram tantas pessoas envolvidas para que tudo aquilo acontecesse, foi nos erros e acertos, em meio a medos e delírios que no final, tudo acabou bem, tudo foi perfeito. A emoção foi tanta que em meio a varias historias, vários sacrifícios e varias lagrimas, esta que lhes escreve, que foi tão critica (pra não dizer chata) não agüentou e derramou algumas gotinhas salgadas em casa.
Ta certo, eu também chorei um pouco de frustração, porque estávamos em todos os cartazes como apoiadores do evento, eu só posso dizer por mim, mas foram os dois dias mais cansativos do meu ano, vários problemas, muito stress, momentos de raiva, e no final, me senti só mais uma mera participante, pois nem um misero “obrigado pelo apoio” ouvi (não digo só por mim, mas também pelos meus colegas).


Mas este foi o INTERCOM NORTE 2009, e agora que venha o INTERCOM nacional.

Poliana Zanini



*Em breve disponibilizaremos todas as fotos, videos e audio

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Intercom Norte 2009 – Segunda Parte



Li certa vez que o CAOS é bom e necessário, não sei que tipo de ‘caos’ estavam se referindo na frase, mas sei que alguns são nada úteis.
Se de manha tivemos alguns problemas, na parte da tarde não seria diferente, o tal problema com o som parecia não ter fim. Mas como me disseram, não há como ter um evento sem problemas, ainda mais eventos importantes e de grande porte, são nestes que os problemas aparecem com mais freqüência.
À tarde fui dar uma ‘bisbilhotada’ no Intercom Junior, uma espécie de TCC no congresso, este foi dividido em quatro salas:



· D13: Jornalismo;
· D14: Publicidade e propaganda, Relações Publicas, Comunicação audiovisual e Estudos Interdisciplinares da comunicação;
· D15: Comunicação Midiática;
· D16: Interfaces Comunicacionais e Comunicação, Espaço e Cidadania.

Me atrevi somente a entrar na sala de jornalismo, onde uma moça (que não descobri o nome) apresentava um trabalho sobre jornal impresso infantil. Confesso que era maçante, deve ser por isto que as salas do ‘Junior’ estavam tão vazias, pelo visto os participantes do congresso estavam focados em assistir as apresentações do EXPOCOM, onde os trabalhos apresentados são premiados e o primeiro lugar vai para o INTERCOM nacional concorrer com as demais regiões vencedoras.


Logo o sol se foi e chegou à hora do jantar, sinceramente, não sei por que há cronogramas se a maioria deles não é seguida, e ainda, uma pergunta que não quer calar: Porque o jantar foi colocado no mesmo horário do inicio das oficinas? Estudante por acaso não come?
Os contratados para servir o jantar se atrasaram cerca de 30 minutos, isto fez com que os participantes ficassem alvoroçados, afinal a UNIRON está longe de tudo. A esperança seriam as barraquinhas de alimentação que sempre estão presentes na frente da faculdade, faça chuva ou não, elas sempre estão lá, mas ontem nenhuma apareceu, não sei se por causa do feriado “Dia do Evangélico” (nada contra religião alguma, mas acho uma puta besteira um feriado como este. Qual a historia cultural que ele trás nesta data?). Já alimentados às pessoas se direcionaram para suas Oficinas, a minha foi sobre Fotografia na Era Digital, com a professora e mestre Juliana Nascimento Torezani da UNIME – IUNI/BA.


Ao menos posso falar da minha oficina, que foi deveras interessante, a primeira parte foi apenas teoria, porém cheia de curiosidades que eram até então por mim desconhecidas. Ainda não tive tempo de coletar informações sobre as outras oficinas.
Logo após iniciou-se a programação cultural, uma forma de divertir e integrar os alunos. Primeiramente tivemos a peça teatral “Frei Mulambo”, a luz de velas e aroma de incenso, os alunos sentaram-se ao chão para prestigiar esta obra prima. Divertida e diferente, a peça animou a todos que seguiram depois para o Lual, programado, mas organizado de ultima hora pelos membros da Radioweb Rock Porto Velho CAOS e TORA Produções. Com o microfone aberto ao publico, alunos de diversos lugares tocaram e cantaram próximos a fogueira feita pela organização da faculdade. Esta foi a hora que em que realmente os estudantes interagiram entre si e até mesmo entre professores e organizadores, que puxaram as cadeiras e se juntaram a fogueira.


Apesar do Lual ter tido os mesmos problemas técnicos de som que assombraram este primeiro dia de congresso, no final tudo acabou bem, aliais, pelo que soube tudo amanheceu bem.
Amanhã teremos mais EXPOCOM, Palestras, Debates e claro, para fechar a noite, será oferecido aos presentes um Sarau com declamações de poemas entre outras atividades culturais, e em uma tenda no estacionamento, onde acontecerá shows com bandas locais e do interior.



Fiquem ligados, Porto velho CAOS o INTERCOM NORTE é aqui!



Poliana Zanini




Pvhcaos, Intercom Norte é aqui !


Hoje, dia 19 de junho, segundo dia do grande Congresso de Comunicação, etapa Norte.
14h às 16h
Painel 3
Temática Educação na Era Digital
Debatedores
Prof Dra. Cristina Gobbi (UNESP/SP)
Prof Dr. Antonio Heriberto Catalão Junior (UFAM/AM)
Prof Marcos Roberto de Lima Leandro (UNIRON-IUNI/RO)

Mediadora
Profa. Marxlene Bezerra Vieira (UNIRON/RO)
Local : Núcleo de Práticas Jurídicas
CAMPUS MAMORÉ - UNIRON

O evento que se estende até amanhã dia 20 ainda contará com um intervalo cultural após as 22:00, entrada FREE
Não perca, Porto Velho CAOS o Intercom Norte é aqui

cid
colaborador

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Intercom Norte 2009 – O inicio

















Começou hoje o maior congresso de jornalismo e publicidade e propaganda do país (cada região realiza o congresso e os melhores trabalhos vão para o nacional que será realizado em Curitiba (PR) em setembro), o Intercom Norte que este ano esta sendo realizado em Porto Velho (RO), sediado pela faculdade UNIRON.

A solenidade aconteceu no campus III, situado no Porto Velho Shopping com cerca de uma hora de atraso por problemas técnicos, o sarcasmo da tecnologia é, passar horas antes do evento preparando tudo para não haver erros e na hora em que realmente precisa, ela da ‘pau’. Apesar de ser um tanto constrangedor ficar parado esperando algo acontecer (isso para os realizadores, para mim, uma mera espectadora foi um ‘saco’ tendo em vista que era de manha e estava com muito sono), os membros da mesa de solenidade pareciam tranquilos, após algumas brincadeiras do professor Pedro Martins(que graças a Deus não escolheu ser comediante), eis que a tecnologia coopera e começa o Hino Nacional e em seguida o Hino de Rondônia (este, que muitos dos presentes desconheciam entre eles eu, que só sei parte da letra) para mim a surpresa foi ver o Mestre e coordenador do evento, Marco Bonito cantando (ou ao menos mexendo os lábios corretamente) sendo que ele é paulista. Tudo que eu esperava era que os hinos acabassem para ver a reação das pessoas e para minha felicidade não teve a salva de palmas (para aqueles que ainda insistem em bater palmas, saiba que isto é falta de educação).

Logo após iniciou-se o ciclo de palestras com a Professora PHD Maria Cristina Gobbi (UNESP/BA) com a temática “Comunicação, Educação e Cultura da Era Digital”, não sei se foi o atraso da solenidade ou se eu já estava em alfa, mas o tempo correu como nunca, e quando percebi, já estava por iniciar à segunda palestra com Emanuel Castro, coordenador de reportagem da globoesporte.com sobre “Linguagem e desafios do jornalismo esportivo na internet”. Para aqueles que esperavam ouvir sobre jornalismo esportivo, tiveram de se contentar com uma aula sobre o jornalismo na internet e alguns padrões globais. Mesmo não sendo o que muitos esperavam, a palestra foi interessante, e ao final o palestrante abriu para perguntas, foi muito educado e ainda deixou seu e-mail para aqueles que desejarem saber mais sobre o assunto (ou não, pois pude notar a euforia das moças quando ele disse que passaria o endereço de e-mail, incluindo esta que vós escreve).

Este foi o inicio do primeiro dia de congresso, onde muita coisa ainda está para acontecer, agora a tarde acontecerá a EXPOCOM (chamada e apresentação dos trabalhos inscritos), uma palestra com o Professor e Mestre Mauricio Bittercourt sobre “Narrativas da Floresta”, Divisões Temáticas/Intercom Junior, além de mostra audiovisual que ocorrerá durante toda a tarde seguindo ate as 00horas, à noite no jantar teremos o intervalo cultural do qual ainda não se sabe o que acontecerá, em seguida às 18 horas iniciarão as oficinas. O primeiro dia encerrará com um lual para os alunos e visitantes que será realizado as após as oficinas.
Apesar de poucas horas do inicio o congresso já parece prometer muitas historias, alunos de diversas partes da região norte já estão presentes e alguns ainda estão por chegar. A Porto Velho CAOS está é parceira do Intercom e aqui você estará por dentro de tudo que irá acontecer, nestes dois dias e meio.

Fiquem ligados, é a Porto Velho CAOS no INTERCOM NORTE 2009.

Poliana Zanini

Acesse: www.pvhcaos.com.br


domingo, 14 de junho de 2009

Bem Vindo

Web rádio rock Porto Velho Cultura Arte Organizando o Social
Blog Oficial

contato
portovelhocaos@hotmail.com



conheça, participe, se ligue!
www.portovelhocaos.com.br
www.pvhcaos.com.br

Metal benéfico pra sua saúde

NOVO ESTUDO AFIRMA QUE OUVIR METAL É BENÉFICO PARA CÉREBRO HUMANO fonte wikimetal.com.br Cientistas australianos descobriram que g...