Pvhcaos - AO VIVO

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Turnê em celebração ao Charlie Brown Jr.



Renata Nogueira
Do UOL, em São Paulo

Foram anunciadas hoje, no mesmo dia em que Chorão completaria 49 anos, as primeiras datas da turnê "Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr." A banda, reunida por Alexandre Abrão, filho e herdeiro do cantor, rodará o Brasil com Marcão na guitarra, Heitor no baixo e Pinguim na bateria. Panda, vocalista do La Raza, acompanha a banda como mestre de cerimônias e outros vocalistas vão se alternar a cada show.

O anúncio foi feito à imprensa pouco antes de uma apresentação fechada para convidados em celebração ao projeto. O vocalista Mike Muir, do Suicidal Tendencies, grande influência de Chorão, veio a São Paulo especialmente para o show.

A banda já tem três datas confirmadas em São Paulo e no Rio de Janeiro. O show de estreia acontece no Espaço das Américas em 13 de julho, Dia Mundial do Rock, dentro da festa da Rádio Rock. No Rio, eles tocam no Engenhão em 27 de julho e no Rock in Rio, no Rock District, em 28 de setembro.

Depois, o "Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr" passa ainda por Porto Alegre, Caxias do Sul, São José dos Campos, Belém, Salvador, Vitória, Curitiba, Londrina, Maringá, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Fortaleza, Governador Valadares, Juiz de Fora, Cuiabá, Campo Grande, Florianópolis, São Luís e Ribeirão Preto.

Santos, cidade que é berço da banda, terá um show especial ainda sem data definida. A ideia é que a banda se apresente gratuitamente na praia nos moldes de "Rolling Stones em Copacabana", segundo Alexandre Abrão, filho de Chorão. Os shows devem rolar durante todo o segundo semestre de 2019 e se estender até 2020. Datas e locais serão confirmados pouco a pouco.

A estreia do projeto aconteceu em 25 de janeiro no Vale do Anhangabaú, durante as comemorações do aniversário da cidade de São Paulo. Na ocasião Panda, da banda La Raza, Di Ferrero, Projota e Supla se dividiram nos vocais dos hits do Charlie Brown Jr. Dinho Ouro Preto, do Capital Inicial, e Digão, dos Raimundos, também tinham sido convidados, mas preferiram não participar da homenagem.

O Charlie Brown Júnior acabou em 2013 depois da trágica morte de Chorão por overdose. Seis meses depois da morte do vocalista, o baixista Champignon se suicidou. Batizado com o mesmo nome do sexto álbum de estúdio do Charlie Brown Jr., "Tamo Aí Na Atividade" nasceu em 2014 como um festival em memória a Chorão e Champignon. Cinco anos depois, o projeto vira uma turnê reunindo alguns dos antigos integrantes e também convidados que tiveram alguma relação com a banda no passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o underground
#pvhcaos

Mais discos que amigos

Nirvana se manifesta sobre a perda de “Nevermind” em incêndio   Tony Aiex 11 horas ago Que dia triste para a música! Ontem   ficamos...